Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Aspas
 


Que coincidência!

"
João sai de casa peregrino, anda sem rumo, sem alento, como alguém a usar os passos incertos na tentativa de se encontrar com o próprio destino... Esbarra em Marcos, o agitado e contagiante amigo. Um estava para a vida, o outro caminhava a trabalho, e ao fim da troca de olhares, uma exclamação: que coincidência!


Mas do que é feita a vida se não de coincidências?
Dentre vários os nomes, tens o teu;
Dentre os vários países, nascentes aí ou aqui;
E se és daqui, somos conterrâneos: que coincidência!
E de quantas mães poderias nascer?
E quantas têm?... E pais, e irmãos?

Nascer na tua família já não é uma coincidência?
Sales eu sou, Raposo poderia ser... Bezerra, Jordão, Patriota, Siqueira,
E quantos mais outros sobrenomes queiras me dizer.
Os Silvas se lamentam, dentre todos os Silvas do Brasil,
Santos eu resolvi ser!
E a probabilidade se esvai
Quanto um Deprá no Brasil resolve nascer!

Mas do que é feita a vida se não de coincidências?
Encontros e reencontros que se ligam e se entrelaçam
O hoje no passado era desejo, no ontem angustia,
E no hoje, realização.
E assim é feita a vida, de encontros e reencontros,
Conquistas e frustrações a nos inundar de Ses,
Ses Questionamentos que só o deixam de ser

Quando ansiedade e tempo tornam-se um só.

É quando percebemos que a coincidência
É uma soma de coincidências unidas no tempo,
Que ela é o momento exato
Quando a vida escolhe se fazer vida em nossas mãos.
E a vida, que naturalmente é magia,
No seu devido tempo,
Revela-se destino, e por nos parecer magia tão intensa
Passamos a chamá-la de coincidência.

(1 de setembro de 2010)
"

MAIS DE 2000 VISITAS, VALEU! Bobo



Escrito por Alana às 15h21
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]