Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Aspas
 


~ Pássaros invisíveis ~

Vai chuva, cai! "
Limpa as ruas, "
Rasga as almas, "
Renova as águas "
E revela a vida, "
Essa vida que Deus nos deu! "


Vai chuva, cai! "
Cai no meu mundo-mundo-meu. "
Me canta aos ouvidos, "
No seu balbuciar indescritível, "
E faz do teu som, o som meu. "

Vai chuva, cai! "
Inebriaga o meu sangue, "
Invade-me as artérias, "
Se faz refém delas, "
E pulsa o seu eu, no meu. "

Vai coração, pulsa! ~
Pelo balanço da água-chuva, ~
Tilinteia o teu cantar, ~
E me mostra os vários sons, ~
Os belos sons do meu pulsar! ~

Vai coração, pulsa! ~
Acelera-me o sangue das artérias, ~
Faz o meu som chegar a elas; e os teus... ~
E torna-os reféns, ~
Escraviza! ~

Vai coração, pulsa! ~
Pelo balanço da água-chuva, ~
Leva os meus sons aos teus pulmões! ~
... Dispnéicos os pulmões, ~
Por eles os faz ofegante, ~
E por mim os faz ar... ~

Vai vento, leva! ~"
Quebra as chuvas, ~"
Invade as almas, ~"
Resgata as auras do teu cantar ~"
Delas te faz corda "~
De um instrumento vida, "~
E logo retorna ao teu ninho, "~
Passarinho invisível do meu despertar. "~



 

(Março de 2011)



Escrito por Alana às 13h06
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]